sábado, 11 de maio de 2013

DIA DAS MÃES


                     

                      Esta roupinha de bebê é minha! Não porque eu comprei ou fiz, mas porque eu e meus irmãos a usamos quando éramos bebês! 

                   Minha mãe  sabe costurar qualquer coisa, de roupas de bebê a vestidos de noiva. E essa roupinha ela fez para o meu enxoval.



                      Há cinquenta anos atrás não  havia ultrassom  e azul é a cor preferida da minha mãe ( e minha também). Então...mesmo sendo menina usei roupinhas azuis, mas tinha algumas rosa também. É feita com capricho,  bordadinhos e caseados em crochê . O tecido ?  Nada mais é do que a  parte das costas de uma camisa do meu pai que foi devidamente reaproveitado. Fitinhas brancas para fechar. E pronto  !




                            É claro que eu também tive sapatinhos, casaquinhos e todos os acessórios feitos em tricô.

                     E todas essas roupinhas foram usadas por mim e pelos minhas duas irmãs e irmão mais novos.



                 Olhando para esta roupinha dá pra pensar em vários dos muitos exemplos que toda mães  deveriam dar aos seus filhos:

    
                      - Cuidado  e capricho ( ao fazer as roupinhas caprichadas a mão)

                - Lição de economia e quem sabe de respeito ao meio ambiente (reaproveitando a camisa do meu pai, sem desperdício ou consumo excessivo ;  roupinhas sendo usadas por todos os irmãos)

                      -  Lição de gênero ( quem disse que menina precisa vestir somente rosa?)

                      -  Sem contar todo carinho e amor incondicional que  as mães têm.

                      FELIZ DIA DAS MÃES !!!




                     

                      

                      



                           

                   

                 

                  

3 comentários:

  1. Just beautiful, Happy Mother's Day..Janice

    ResponderExcluir
  2. Que lindas! As roupinhas são um mimo, adorei, sobretudo o detalhe do bordado! A minha avó também fez muitas roupinhas para a minha mãe, e algumas peças sobreviveram até hoje! Guardo-as com grande cuidado.

    ResponderExcluir