sábado, 14 de janeiro de 2012

Coisas interessantes que vi em Aracaju, Sergipe




Acabei de voltar de Aracaju, a capital do estado de Sergipe. Fiquei uma semana por lá. Cidade bonita e acolhedora, cheia de sol, comida boa. Além das belas praias, conheci também uma parte do Rio São Francisco: sua foz,  os cânions de Xingó e as tartarugas do Projeto Tamar,  lugares belíssimos que mostram maravilhas da natureza ; e  também a caatinga seca, sofrendo com a falta de chuva.
Como sempre, alugamos um carro porque é assim é mais fácil fazer aquilo que se quer, sem a pressão dos grupos e dos guias de turismo  que cumprem seu papel, mas que controlam demais  para  gosto da minha família. Gostamos de fazer tudo no nosso tempo e ritmo; aprendemos muito mais com isso. Gostamos assim, porque achamos que sempre há muito mais o que se ver além da praia , das lojas e shoppings: ver o lugar como ele é de verdade e não apenas com o olhar de turista.

Mas o assunto do blog não é viagem... e portanto, vou colocar aqui um pouco do que vi de artesanato por lá.
Uma das coisas que adoro quando viajo é ver o artesanato do lugar. Nem tudo é novidade, nem tudo é elaborado e , às vezes nem é artesanato, mas no meio de tudo isso sempre é possível conhecer as pessoas do lugar e encontrar coisas lindas feitas  a mão.
Não fotografei tudo , mas aqui vão algumas coisas simpáticas e interessantes que vi:

    Renda irlandesa: trabalho delicadíssimo e rico em detalhes. Essa toalha que aparece na foto demorou dois meses para ficar pronta com duas pessoas trabalhando




                                                                   
         Mercado municipal de Aracaju : tem de tudo por lá, nem tudo é artesanato de verdade. Mas o colorido é bem interessante e garimpando se encontra muitas coisas boas .


                  Projeto Tamar : faz 30 anos que este belíssimo trabalho se ocupa em preservar as tartarugas marinhas que se reproduzem nas nossas praias. Achei esse pano de prato com bichinhos do mar  feitos em crochê na lojinha do Oceanário na orla da praia em Aracaju. Fofo demais.







                   São Francisco de Assis : Já escrevi  em outro post sobre São Francisco de Assis. Ele é um dos santos mais populares no Brasil e, ao longo do Rio São Francisco mais ainda. Ao fazer o trajeto de barco no lago da hidrelétrica de Xingó pelos belíssimos cânions, há uma parada obrigatória , próxima  a imagem do Santo. Momento tocante...






                    Foz do Rio São Francisco: o encontro do rio com o mar forma um delta cercado de dunas e é uma delícia tomar banho no rio  entre  os  bancos de areia e piscinas naturais de água doce... Esta é a segunda vez que vou a esse lugar; na primeira há anos atrás, só se via areia  e as únicas pessoas eram aquelas que estavam no catamarã que desce o rio. Hoje, para minha surpresa, montam uma feira de artesanato...pelas minhas conversas percebi que são artesãos locais que vendem seus trabalhos e também algumas guloseimas. Segundo eles,  ao comprar uma imagem de São Francisco e mergulhá-la duas vezes na água do rio, um pedido será prontamente atendido. Como eu já sei que São Francisco atende mesmo a pedidos (experiência própria), claro que  fiz minhas orações . O curioso é que quando a maré sobe, a feira é desmontada e todos retornam com suas mercadorias de barco.










                   Toalhas de renda, bordadas e de fuxico, penduradas no alto do mercado de artesanato: se o bordado não é dos mais elaborados, o colorido é encantador.


         



                               Colorido das lembrancinhas no mercado de artesanato.




          Bonequinhas de pano : mais rústicas, impossível e nem por isso deixam de ser graciosas. E melhor que a boneca foi conversar com a senhorinha muito simpática  que além de vender, costura as bonecas. Foi uma delícia ouvir suas histórias.

 


                                    Ver a tartaruguinha nascer e poder tocá-la.




                    Comer entre outras gostosuras casquinha de caranguejo e de siri (tem gente que acha que é a mesma coisa, mas não é), mas não importa, as duas são deliciosas.



     Baterias recarregadas, hora de voltar à rotina .
     Bom 2012 a todos!


Para saber mais :

Projeto Tamar : http://www.tamar.org.br/
Museu arqueológico de Xingó : http://max.org.br/
Sobre o estado de Sergipe : http://www.turismosergipe.net/