quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO!!

         


             






          




          Doze fotos, doze meses do ano. E mais uma vez  faço minhas as palavras de Mário Quintana.
          FELIZ 2012!!!


Esperança
Mário Quintana


      Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
      Vive uma louca chamada Esperança
       E ela pensa que quando todas as sirenas
       Todas as buzinas
       Todos os reco-recos tocarem
       Atira-se
        E
         — ó delicioso vôo!
         Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
         Outra vez criança...
         E em torno dela indagará o povo:
          — Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
         E ela lhes dirá
         (É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
         Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
        — O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...


Do  livro "Nova Antologia Poética", Editora Globo - São Paulo, 1998, pág. 118.







ANO VAI... ANO VEM...

          Nesta época é muito comum vermos por aí todo tipo de lista de desejos ou de intenções para o ano que vem chegando , retrospectivas e balanços do ano que termina, além de uma série de simpatias para qualquer desejo que você imaginar.
          Vale a brincadeira, vale projetar o futuro, vale desejar coisas boas e também avaliar o que se fez ou não se fez.
          Para  escrever  novas listas de desejos ou novos planos, aqui vão alguns cadernos , encapados com tecido e com apliques em crochê.
          Foi a primeira vez que experimentei fazer cadernos assim: usei tecido de algodão colorido e linha Clea para fazer o crochê que costurei com agulha e a própria linha do trabalho.
         Cheirinho de caderno novo é sempre bom e incentiva a organizar os planos e fazer novas listas.
        
         FELIZ ANO NOVO  !!


    



 



 




 



 

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL


POESIA DE NATAL
 Cora Coralina
Enfeite a árvore de sua vida

com guirlandas de gratidão!
Coloque no coração laços de cetim rosa,
amarelo, azul, carmim,
Decore seu olhar com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante

Em sua lista de presentes

em cada caixinha embrulhe
um pedacinho de amor,
carinho,
ternura,
reconciliação,
perdão!

Tem presente de montão

no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!
A hora é agora!
Enfeite seu interior!
Sejas diferente!
Sejas reluzente!



sábado, 17 de dezembro de 2011

Natal tem que ter Papai Noel

     Acho que muito pouca gente desse mundo não gosta do Papai Noel. E até quem não gosta não consegue ignorar o bom velhinho que está presente em todo canto. 
     Sei  que acontecem exageros com relação ao Natal, que pra mim tem que ser em dezembro. Comer panetone em setembro, por exemplo,  é totalmente fora de época. Ver Papai Noel circulando em outubro , também.
     Quando eu era criança, a graça toda era ESPERAR, pelo Natal e não ser atropelada pelo trenó do Papai Noel em outubro. Sinal dos tempos, onde tudo corre rápido demais. É uma pena, porque aquela máxima " O MELHOR DA FESTA É ESPERAR POR ELA", é válida.  
     Dessa forma, comer panetone em dezembro, enfeitar a árvore um mês antes do Natal e desmontá-la no dia de Reis, ganhar presente de Natal no dia de Natal, comer um almoço ou uma ceia caprichada com a família e os amigos, são apenas algumas das coisas boas dessa época que valem a pena esperar. E .... que beleza!!! O dia de Natal está chegando!!!!

     Para combinar com o vermelho e branco do Papai Noel,  dois panos de prato.

     Um deles, ganhei de presente com um barrado de crochê muito lindo, com a carinha do Papai Noel.








    O outro é na verdade uma amostra feita pela minha avó com um barrado bem diferente todo recortado formando cantos arredondados. Se você prestar atenção no barrado vai notar que cada canto é diferente do outro. Coisas da dona Zilda (minha avó) que caprichava até nas amostras.










     FELIZ NATAL!!!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Natal tem que ter Estrela

     

  Entre os símbolos do Natal, a estrela é um dos que mais aparece, geralmente no alto das árvores ou nos presépios. foi a Estrela de Belém que anunciou o nascimento de Jesus.
         Minhas estrelas  são um pouco diferentes. Fazem parte da herança da minha avó . Houve uma  época em que se usava muito centros de mesa redondos e minha avó fez vários deles, todos com motivos em forma de estrela que compartilho hoje com vocês nas fotos desse post.
         Além dos crochês,  divido também um bonito texto de Carlos Drummond de Andrade sobre o Natal. Vale a pena ler.




















Organiza o Natal
Carlos Drummond de Andrade

          Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

          Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

          Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

          A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

          A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

          Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

           O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

          Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

          A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

          O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

          E será Natal para sempre.


          Ah! Seria ótimo se os sonhos do poeta se transformassem em realidade.

Texto extraído do livro "Cadeira de Balanço",

 Livraria José Olympio Editora - Rio de Janeiro, 1972, pág. 52


domingo, 11 de dezembro de 2011

Minha Árvore de Natal no BananaCraft

Contei aqui  no blog a história da minha árvore de natal. Ontem a Dani do BananaCraft publicou minha árvore na sessão Sábado Craft.   Eu adorei estar lá.... vale a pena conferir o post .

Em breve vou colocar mais algumas coisinhas para alegrar o Natal... aguarde!

Para ver minha árvore de Natal no BananaCraft :
http://www.bananacraft.com/blog/olhasoisso/2011/12/10/sbado-craft-37/

Para ver minha galeria de fotos no Flickr:
http://www.flickr.com/photos/desdeotempodavovo/

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Já que o assunto é árvore de Natal...

Tem árvore para todos os gostos... são 47 ideias.  Eu estou bem satisfeita com a minha e fazendo mais enfeites para ela ficar bem cheia. Se quiser ,  é só dar uma espiada no link

http://casa.abril.com.br/materia/47-ideias-criativas-de-arvores-de-natal#22

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

DIY Aprendendo a fazer os enfeites de Natal em crochê

         Não sou muito boa para escrever receitas de crochê. Na verdade , sempre que eu estou envolvida em algum projeto, eu até procuro receitas ou gráficos, mas na hora da execução acabo fazendo mudanças e algumas vezes acabo inventando algo diferente. É algo mais ou menos parecido com aquela cozinheira que faz delícias sem receita nenhuma.
        No caso do crochê , eu consigo copiar os pontos apenas olhando uma foto, se ela for bem próxima. Com o tricô eu não consigo  e sempre preciso da receita ou de gráfico.
       Como algumas das minhas amigas pediram para que eu colocasse a receita dos trabalhos, resolvi usar minha experiência de professora e escrever o "como se faz"

     Não é simples escrever uma receita de como fazer os enfeites porque há muitas variáveis: o tamanho da pulseira, o tipo de linha, a agulha. Abaixo fiz uma tentativa de escrever um passo a passo, só para vocês terem ideia de como se faz.
      Para fazer os meus enfeites o que fiz foi pesquisar  motivos redondos em crochê; no Flick-r tem centenas deles. Gastei algum tempo na pesquisa, mas acho que valeu a pena.

           O modelo abaixo, foi o que eu tentei escrever o "como se faz". Espero que seja de fácil entendimento.




MATERIAIS
  • Pulseiras de  bijuterias de argolas ( daquelas bem baratas)
  • Linha branca
  • Agulha de crochê  compatível à linha ( no meu caso, a agulha tem 1,50 mm)

Começar pelo centro do motivo. Para este desenho eu fiz do seguinte modo:

1ª carreira : 6 corr, fechar em círculo
2ª carreira : 16 pb
3ª carreira : 6 corr ,* 1 pad  no pb da carreira anterior, 3 corr*; repetir de * a *, fechar com 2 corr;  ficam 16 pad no total
4ª carreira : 1pbx , 4 corr, 1 pad na corr da carreira anterior, * 3 corr, 2 pad nas corr da carreira anterior*, repetir de * a *, fechar com 3 corr
5ª carreira: 1 pbx, 4 corr, 3pad na corr da carreira anterior, *3 corr,4pad*, repetir de * a *,fechar com 3 corr
6ª carreira: em ponto baixo,passando a linha atrás de pulseira de modo que o trabalho fique esticado e preso à pulseira, fechar a carreira.
Finalizar fazendo 40 corr e fechando no mesmo ponto do início, para pendurar o enfeite na árvore.

Legenda : pbx – ponto baixíssimo; corr – correntinha; pad, ponto alto duplo, pb – ponto baixo

Abaixo algumas fotos do processo :











              E logo abaixo algumas fotos em close dos motivos. Se você é como eu , pode tentar copiar olhando as fotos.









           Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário que eu certamente tentarei ajudar.

  
          FELIZ NATAL!

Para saber mais :
Para pesquisar motivos de crochê  (todas as fotos aqui do blog estão lá também): http://www.flickr.com/